últimos posts

3.25.2017

Não fazem mais dorama bom como antigamente:
resenha do K-Drama Coffee Prince

Estou assistindo k-dramas clássicos para ficar por dentro do assunto e poder dizer que sou uma dorameira de carteirinha. No processo, me deparei com Coffee Prince, um k-drama de 10 anos atrás. Comecei a assistir com expectativas baixas porque os outros dramas antigos que eu assisti não foram tão bons assim mas... adorei! Acabou virando um dos meus preferidos!

resenha do k-drama coffee prince



Sinopse
Go Eun Chan é uma garota de 24 anos que desde mais nova é confundida como um menino por seu rosto andrógeno, cabelo curto, estilo de roupa e não ter um corpo curvilíneo. Ela nunca se importou com isso e, pelo contrário, até tira proveito da situação. Sua família é muito pobre e ela se vira em vários empregos para poder sustentar a mãe e a irmã. Em uma confusão, ela acaba conhecendo Choi Han Kyul que está sendo forçado pela família à ir em vários encontros para se casar logo. Para fugir das pretendentes, ele paga Eun Chan para fingir que é seu namorado gay. Han Kyul também é obrigado a alavancar uma cafeteria decadente para se tornar uma pessoa mais responsável e nesse meio tempo, ele percebe que gosta de Eun Chan o que é confuso porque ele acredita que ela é um garoto.


resenha do k-drama coffee prince


Atuação nota 1000
Todos os atores são muito bons mas bora focar no casal principal. O mocinho é interpretado pelo famoso ator Gong Yoo que na época estava no começo da carreira. Seus papéis mais atuais e também marcantes são o Goblin do sucesso Goblin: The Lonely and Great God (resenha aqui) e Seok Yoo do filme Train to Busan (Invasão Zumbi) que foi até parar nos cinemas brasileiros. Tanto ele quanto a mocinha (não tão mocinha) interpretada por Eun Hye atuam com tamanha naturalidade que mais parecia que tinham escondido câmeras e estavam filmando pessoas "normais".


resenha do k-drama coffee prince


Melhor personagem feminina ever!

Eun Chan sabe se defender, detesta depender financeiramente dos outros, não liga para o que as pessoas pensam sobre como ela se veste, corre atrás dos seus sonhos, tem atitude e exige respeito. Quer mais? Ela toma iniciativa no seu relacionamento e mais de uma vez! Eun Chan tem consciência de seus sentimentos. Ela sabe de quem ela gosta e o porquê. Em muitos doramas a mocinha passa uns 10 episódios pensando "nossa to sentindo uns negócios estranhos, o que é isso?". Além disso, mesmo depois que todo mundo já sabia que ela era menina, ela não mudou de estilo o que foi uma parte muito original da história e também mostra atitude.


resenha do k-drama coffee prince


Um dorama à frente de seu tempo

Mesmo sendo de 10 anos atrás, esse dorama é muito mais atual que a maioria. Geralmente, o modo como os personagens agem e seus relacionamentos são pintados como um conto de fadas, algo meio surreal. Em Coffe Prince, os personagens são mais realistas e isso se aplica inclusive aos personagens secundários. Os conflitos que os personagens enfrentam são maduros e encarados desta maneira. Em diversos doramas, há conflitos superficiais apenas para render história.


resenha do k-drama coffee prince


Poucos pontos negativos
Esperava mais do último episódio, acho que poderia ter sido mais emocionante e acho que pegaram um tiquinho pesado em uma parte mas é bem passageiro.

Concluindo
Agora posso fazer a maior pose de especialista dorameira e dizer: não fazem mais dorama bom como antigamente! Coffee Prince consegue ser original de várias formas e prende o telespectador. Apenas pare tudo e vá assistir! Já conhecia ou eu te convenci?


Coffe Prince foi transmitido pela emissora MBC, conta com 17 episódios e você pode assistir no Viki aqui de graça e com legendas em português. Também está disponível no Drama Fever aqui mas a partir do terceiro episódio precisa ter conta premium (pagar). Desculpa pelas imagens ruins mas é porque o dorama é antigo então a qualidade não é tão boa por mais que eu tenha tentado melhorar.


Se gostou, deixe seu comentário, siga o blog e as redes sociais!
Post todo sábado e quarta-feira

3 comentários:

  1. Depois de séculos enrolando, finalmente baixei o Viki no meu celular! Comecei por Hwarang ( só por causa do Taehyung mesmo ) e eu achei bem diferente das séries americanas que eu costumo assistir.
    Até agora estou gostando bastante e já adicionei vários outros à minha lista, esse com certeza irá entrar também.
    Ótima resenha :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viki é vida! Drama Fever também! Fui ver Hwarang por causa do Tae também mas nossa... detestei tanto a história que parei. Estou tão acostumada que série americana para mim é estranho kkk Assiste esse sim, é muito bom! Obrigada pelo elogio e bjs :x

      Excluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir